Não deixe esta oportunidade passar, faça parte agora mesmo!

Faça parte do maior grupo de capacitação para Farmacêuticos em cursos de pós graduação, palestras, workshops e simpósios online

Nós não enviamos spam! fique tranquilo

Nitazoxanida: não é mais obrigatório a retenção de receita

Nitazoxanida: não é mais obrigatório a retenção de receita

Foi decidido hoje pela  Diretoria Colegiada da Anvisa que não será mais necessário a retenção de receita para os medicamentos ivermectina e nitazoxanida.

A decisão foi tomada com fundamento de que tais medicamentos agora não tem mais o risco de desbastecimento no país.

Recentemente tinha sido aprovado a resolução de número 405 que versava a obrigatoriedade da retenção da receita além de lançar no SNPGC.

No entanto na data de hoje foi publicado a resolução 420 que exclui os medicamentos IVERMECTINA E NITAZAXONIDA do anexo l da RDC 405 da ANVISA.

Sendo assim desta forma, esses medicamentos não precisam mais serem escriturados no SNGPC e seus receituários não precisam mais reter receitas.

Com certeza esta notícia pegou muitos farmacêuticos de surpresa, já que as devidas alterações tem um espaço de tempo muito curto uma da outra, deixando tudo muito instável.

Mês passado o Presidente do executivo Jair Messias Bolsonaro já tinha falado na impressa que a ivermectina não iria mais ser obrigatório a retenção de receita.

No entanto, somente agora é que a Agência Nacional de Vigilância Sanitário é que tomou a iniciativa de publicar a resolução a respeito.

Então a partir de hoje, de amanhã os medicamentos citados poderão ser vendidos como era antes.

Para relembrar

A hidroxicloroquina, nitazoxanida e ivermectina haviam sido incluídos na portaria 344.

Logo em seguida foram excluídas e tiveram uma resolução própria sendo a 405.

Por último foram excluídas da RDC 405 a ivermectina e nitazoxanida.

Com tanto vai e vem, é bom estarmos antenados nas possíveis atualizações que é bem provável que ocorra.

O país ainda vive o caos da pandemia do COVID19, fazendo ainda muitas vítimas em vários estados.

E está nesse meio todo estes medicamentos estão sendo utilizados e distribuídos por meio de protocolos estabelecidos em várias municípios do Brasil.

Já teve até caso de gente tentando distribuir voluntariamente a população sem a devida prescrição médica, e com direito a propaganda de carro. Veja a matéria aqui.

Não deixe esta oportunidade passar, faça parte agora mesmo!

Faça parte do maior grupo de capacitação para Farmacêuticos em cursos de pós graduação, palestras, workshops e simpósios online

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

About the Author

0 Comments

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *